A Respiração é uma Ferramenta Preciosa na Vida de uma Criança

História de Gabriel – O Jovem Acelerado….

Estive conversando com um rapaz, que se chama Gabriel e tem pouco mais de trinta anos. Ele me contou que decidiu aprender a meditar. No dia de sua primeira meditação, esse jovem se assustou quando fez um autodiagnóstico e disse a si mesmo:  “Que ansiedade é esta? Estou tomado por uma enorme agitação….Minha mente parece um macaco maluco, e meu corpo está tão acelerado e inquieto como um carro desgovernado.”

Enquanto eu ouvia a história desse rapaz, veio à minha mente a imagem de crianças que estão apresentando os mesmos sintomas. Tenho percebido o quanto a ansiedade têm afetado crianças pequenas, com cinco, seis e até quatro anos de idade.

Pode ser que isso seja familiar para você, não? Muitos de nós – adultos, jovens ou crianças – estamos desse jeito… Onde vamos parar? Espero que cada um tenha a oportunidade de ir para o  colo da paz e da tranquilidade.

Diante disso, vamos juntos pensar um pouco sobre essa história? Vamos descobrir como melhorar esse diagnóstico na nossa vida de adulto? Porém, quero te convidar para adentrar, principalmente, no mundo das crianças com as quais convivemos. Podemos ajudá-las a chegar à fase adulta com um padrão mental e emocional diferente de meu amigo Gabriel. Então, venha comigo….vamos refletir sobre esse assunto!

Por onde começar? Que tal começar com você mesmo?!

Há vários caminhos que um adulto pode escolher para iniciar o seu processo, a sua trajetória. Talvez você se pergunte: “O que vou fazer? Yoga? Artes Marciais? Meditação? Terapias alternativas? Tomar florais?” Neste texto, enfatizamos a prática da yoga.

Na conversa com Gabriel, ele me disse que começou com a meditação. Algumas vezes, quando medita, parece que vai explodir de tanta ansiedade e estresse que circulam pelo seu corpo e pela sua mente.  Ele contou que ainda está no início de suas práticas, por isso sente que é um grande desafio. De qualquer forma, decidiu que vai continuar tentando devido aos resultados que já estão aparecendo em seu dia a dia.

respiracao-yoga-para-criancas

Diante disso, falamos sobre a importância da paciência que temos que ter com nós mesmos.  Concluímos que quando a mente divaga, quando a ansiedade vem, devemos ter paciência, respirar, relaxar e retomar a meditação. Falei para ele o que dizem os mestres da yoga: mesmo cinco minutos de esforço diário em meditação podem nos transformar. Passo a passo, vamos a cada dia adentrando em nosso verdadeiro ser, onde habita a paz que está em nós, apenas estamos esquecidos dela.

Cada adulto – seja pai, mãe ou educador – pode encontrar um jeito de entrar mais em contato com o seu mundo interior, criando a sua própria história na busca do tesouro que o pertence, o tesouro repleto de paz, amor e sabedoria que mora dentro de si. Assim, escolha alguma prática que possa ajudá-lo a ter equilíbrio para viver neste mundo e também para lidar com os pequenos.

Comece a ensinar para as crianças o que está aprendendo sobre yoga …

Na medida em que estamos investindo em nosso próprio crescimento pessoal e espiritual, podemos ajudar as crianças a lidar com sintomas que elas não sabem exatamente o que são. Isso porque, na maioria das vezes, elas nem sequer conseguem  nomear os sentimentos de ansiedade, angústia, tristeza e estresse. Assim como não sabem o que fazer quando eles aparecem. Dessa forma, ficam agressivas, nervosas, agitadas ou apáticas, em decorrência dessas sensações.  As crianças necessitam de nosso auxílio e de ferramentas que possam ajudá-las a eliminar ou aliviar esses sentimentos.

meditacao-yoga-para-criancas

Caso você seja um praticante de yoga, pode começar a realizar pequenas vivências com seus filhos ou com as crianças com quem convive. Talvez você conheça yoga, mas ainda não tenha pensado nessa possibilidade. Mesmo que seja apenas aqueles cinco minutos que falei para Gabriel, experimente fazer pequenas práticas com os pequenos. Eles normalmente adoram e costumam usar os recursos da yoga nos momentos em que sentem necessidade.

Comece praticando yoga para crianças em suas casas…. 

Você poderia começar praticando com as crianças em suas casas, fazendo pequenas práticas de yoga, com auxílio de livros que abordam esse assunto.  Assim, você vai mudando o seu estado emocional e mental e, ao mesmo tempo, as crianças também aproveitam os efeitos da prática.

No ebook “Os Benefícios da Yoga para Crianças na Infância”, que acabei de lançar, há várias dicas para a prática de yoga com os pequenos. Além disso, explicamos os efeitos da yoga para o corpo, para a mente, para as emoções, para os relacionamentos e a para a alma da criança. Em cada área apresentada, você encontrará  uma história que pode ser contada e um exercício para praticar com eles.  No final, há uma pequena série para praticar yoga com seus filhos, alunos ou com as crianças de seu entorno.

No meu livro “Yoga com Música”, que inclui um CD, você vai encontrar um jeito profundo e divertido para iniciar suas práticas. Espero que as músicas, as histórias e as posturas, que apresento nessa obra, ofereçam a vocês um jeito inspirador e cheio de alegria de entrar no mundo da yoga para crianças.

Tenho uma parceria de muitos anos com a livraria Omnisciência, onde você poderá encontrar outros livros, que são cuidadosamente escolhidos. Essas obras também podem ajudá-los a praticar yoga com as crianças.

Vivenciei e vivencio muitas histórias com a prática de yoga em casa. Tenho uma família numerosa – e os pequenos adoram praticar! Sempre é maravilhoso. Neste momento, moro longe de algumas crianças da família, mas sempre encontramos uma oportunidade de ter essas vivências. Percebo que é a alma deles que anseia pela quietude, o relaxamento e a paz. Como eles amam yoga – e eu também!

Desejo de coração que você sinta vontade de começar a ter essas pequenas  experiências com yoga com as crianças de sua família. Assim, poderá saborear junto com elas os bens mais valiosos que existem neste mundo: a paz, o amor e a alegria que brilham em nossos corações!

yoga-para-criancas-tecnicas-cris-pitanga

Um ponto relevante…

Gostaria de sugerir para você – isso vale tanto para professores quanto para os pais e educadores – que já faz vivências de yoga com os pequenos, que tenha a sua própria prática. Isso porque suas meditações diárias e suas práticas de Hatha Yoga lhe oferecerão força, sabedoria para lidar com as crianças e mais calma para conduzir as situações que surgirem nos momentos em que estão praticando yoga juntos.

Vamos começar agora?  

A yoga para crianças não está restrita aos momentos em que temos tempo livre. Também não está limitada a espaços restritos, como algum canto da casa, na escola ou quando vamos a um estúdio para fazer uma aula. Ela pode ser praticada em cada situação na qual se façam úteis as ferramentas que aprendemos com nossa prática.

Por exemplo, tenho uma sobrinha que tem apenas dois anos de idade. Ela está na fase de, às vezes, gritar e espernear para conseguir o que deseja. Combinei com ela que vou lembrá-la de que, nesses momentos, ela pode respirar devagar e depois falar o que quer.

Assim, certo dia, estávamos em família, quando ela começou a gritar, pois queria algo. Então, eu disse bem baixinho:

– Tetê, você se lembra de que pode respirar bem devagar e depois falar o que quer?

Como foi inspirador! Aquele serzinho, tão pequeno, respirou devagar e, com um tom de voz normal, disse:

– Eu sei… Você pode me dar o boneco?

Esse é um exemplo do quanto, com o ato de paciência do adulto, a criança vai aprendendo a usar um grande recurso para se controlar, uma ferramenta preciosa que sempre estará com ela – a própria respiração!

O que mais me encanta é ver uma mudança instantânea no semblante de uma criança, quando, em um momento de estresse, ela aprende a parar, usar sua própria respiração e se acalmar. Como isso é valioso para sua vida!

Mesmo que em algum dia não dê certo, continue tentando, pois nós – e principalmente as crianças – aprendemos pelo hábito e pela repetição.

respiracao-para-criancas-cris-pitanga

Segue um exercício para você praticar…

Há um exercício que você pode fazer com os pequenos antes de dormir, ao acordar, em algum momento de estresse ou para apenas para respirar, relaxar e se acalmar.

Convide a criança para se sentar com as pernas cruzadas ou se deitar. Peça para ela fechar os olhos e concentrar o olhar no ponto entre as sobrancelhas, deixando o corpo relaxado e imóvel. Diga que este é o ponto de maior concentração em nosso corpo. Fale para ela visualizar nesse local uma luz branca, a luz da calma. Depois, peça para ela respirar bem fundo, bem longo e soltar todo o ar. Agora, peça para ela respirar e, enquanto o ar entra, faz um balão com a barriga.  Ao soltar o ar, o balão desce.

Faça esse exercício o tempo que você sentir que é confortável e prazeroso para a criança. Finalmente, você pode pedir para ela respirar fundo, soltar o ar bem devagar e sentir por um tempinho, de olhos fechados, a gostosa calma que esse exercício nos proporciona.

O reflexo do ambiente na vida da criança….

Muitas crianças trazem em si mesmas a tendência à agitação, ansiedade e nervosismo. Outras são calmas e serenas, independente de onde vivem. No entanto, o reflexo do ambiente pode afetar o comportamento e as atitudes de uma criança.

Gabriel disse que sua filha adora ficar com ele. Certo dia, ele percebeu que ela está apresentando reações parecidas às dele. Ou seja, agitação e impaciência. Naquele momento, que ele decidiu começar a meditar, pois quer se tornar outro referencial para ela.

Gabriel acrescentou que o que mais o impressionou é que, depois que ele iniciou suas práticas de meditação, tem observado algumas mudanças positivas no comportamento da filha. Dessa forma, quanto mais o adulto busca em sua própria vida formas de se transformar para ter mais equilíbrio e tranquilidade, maior é a contribuição dele para as crianças com quem convive. Elas também se beneficiam com suas mudanças.

Quero te convidar para navegar pelo meu site e, quem sabe, você possa encontrar dicas para seu relacionamento com os seus filhos ou alunos.  Neste momento tão cheio de agitação e estímulos, é importante que a criança seja incentivada a brincar, desfrutar da natureza, sorrir, se movimentar, aprender yoga de um jeito lúdico e, ao mesmo tempo, profundo.  Principalmente, é fundamental que aprenda a acessar as pérolas da calma dentro de si mesma!

banner-ebook-yoga-para-criancas 

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.